sábado, 12 de agosto de 2017

Fim dos exames!

Há alguns posts atrás, eu expliquei que fui atrás de uma segunda opinião médica, e que ela me passou vários exames investigativos para descobrir o motivo da demora para engravidar...

Bem, fiz todos! Marido também!

Tudo certo, inclusive na temida histerossalpingografia, quando o médico radiologista deu a entender que desobstruiu minhas trompas...
Foi então que, aos 45' do segundo tempo, na última ultra (das 3) para controle de ovulação - que, por sinal, identificou na segunda que eu ovulei - que o médico me disse: "Opa, acho que descobri! Não, mas não dá pra ter certeza... Ah, mas parece sim!"... E eu: "O quê, doutor?"

- "VOCÊ TEM ÚTERO BICORNO!"

Continuou dizendo que é uma má formação, que dificulta a gravidez... mesmo que a mulher consiga engravidar, pode sofrer abortos, etc e tal! Fiquei assustada, ÓBVIO!
Saí de lá com a cabeça a mil, e enquanto esperava o resultado, futucava tudo no Google... Ufa! Várias mulheres grávidas e/ou que já tiveram seus bebês, outras que sofreram abortos recorrentes, mas pelo menos um sinal de esperança... uma luz no fim do túnel!
No dia seguinte eu teria o retorno com a minha ginecologista, então nem contei nada para o marido... esperando que os comentários dela me deixassem mais pra cima, por dentro eu estava arrasada!

O dia da consulta chegou, e ela foi olhando todos os exames, e as ultras por último! E a reação não foi boa! Me assustei...
Segundo ela, na MELHOR das hipóteses, eu faço uma cirurgia (histeroscopia) e resolvo, caso o útero seja septado. Na pior, sendo o útero bicorno, ela sugere que eu nem tente engravidar naturalmente pelo alto número de estatísticas de abortamento nesses casos. De qualquer forma, sendo bicorno, a gravidez é de risco e exige cuidados, além de poder demorar muito tempo para que ela se concretize... existem casos que nem a Fertilização In Vitro dá certo (e todos sabem que esse é um procedimento que custa uma fortuna)!
De qualquer forma, preciso agora fazer uma ressonância magnética para identificar se o meu útero é septado ou bicorno, e aí entender como (E SE) dá pra resolver.
O fato é que meu desejo de ser mãe só aumentou, sabendo disso!

Então fico por aqui, orando e esperando que os dias deixem de ser cinza e sem esperança!

Nenhum comentário:

Postar um comentário